“E quando te perguntam de mim, o que você diz?”
Vai lá otaria, manda mais uma mensagem, como se ele não tivesse recebido todas as ultimas. Enche a caixa de entrada do celular dele, como se isso fosse fazê-lo sentir algo por você além de enjoo. Enjoo do teu exagero, enjoo de quem insiste em dançar sem musica, sem ritmo, sem dança, sem pista, sem par, que tal se valorizar?
Tati Bernardi.  (via teleportear)
- De que são feitos os dias?
- De pequenos desejos, vagarosas saudades, silenciosas lembranças.
Cecília Meirelles. (via romanteios)
Sim, você você me destruiu.
Miley Cyrus.   (via apagos)
Eu? Eu sou como uma bomba nuclear, pronta para explodir a qualquer momento. Eu nunca me libertei de tudo, nunca chorei quando foi preciso, eu só guardo, guardo tudo para mim. Foram poucas as vezes que chorei por um amor mal acabado, ou por um amor não correspondido, não chorei quando me senti mal, por algo que me disseram ou por algo que não me deixaram fazer ou dizer. Eu sou assim, vivo guardando tudo para mim, mas eu quando eu explodir, sugiro que ninguém esteja por perto.
Diego Castro  (via felicidadeadois)
Você pergunta se ele também pensa em você. Sem resposta, mas claro que sim. Com sombras de dúvida. Ninguém apaga tudo assim. Ele também ouve “Fix You” com o olhar triste no céu escuro da varanda. Claro que ouve. Aí você começa a desconfiar que ele poderia ter sido o cara legal da sua vida. Isso, se você sentisse a mesma paixão, se você conseguisse entregar sua alma tanto quanto, se você soubesse amar ele do mesmo jeito e intensidade que ama a falta que agora ele te faz.
Gabito Nun (via poesigrafias)
Você pergunta se ele também pensa em você. Sem resposta, mas claro que sim. Com sombras de dúvida. Ninguém apaga tudo assim. Ele também ouve “Fix You” com o olhar triste no céu escuro da varanda. Claro que ouve. Aí você começa a desconfiar que ele poderia ter sido o cara legal da sua vida. Isso, se você sentisse a mesma paixão, se você conseguisse entregar sua alma tanto quanto, se você soubesse amar ele do mesmo jeito e intensidade que ama a falta que agora ele te faz.
Gabito Nun (via poesigrafias)

Entregar. Esperar. Confiar. Agradecer.

Porque metade de mim é o que eu grito, mas a outra metade é silêncio. Porque metade de mim é partida, mas a outra metade é saudade. Porque metade de mim é o que ouço, mas a outra metade é o que calo. Porque metade de mim é o que eu penso, mas a outra metade é um vulcão. Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável. Porque metade de mim é a lembrança do que fui, a outra metade eu não sei. Porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço. Porque metade de mim é amor e a outra metade também.
Oswaldo Montenegro.  (via cuidei)
Página 1 de 235 1 2 3 4 5

© THEME BY CDS